Esta é uma homenagem ao meu bisavô, José Baptista Barreira Vianna, comerciante, que já tinha a fotografia por hobby a partir da década de 1890. 

Foi também o primeiro a construir sua residência de frente para a praia de Ipanema para onde se mudou com a família em 1900.

Essas fotografias, mais que um registro familiar, mostram o cotidiano de uma família carioca que viveu a virada do século XIX para o XX, entusiasmados com todos os avanços científicos e sociais da época.

Esta é a lente da câmera de meu bisavô. Usamos a imagem para ilustrar um projeto de livro sobre suas fotografias, organizado por meu pai, Merryman Vianna (i.m.), daí o título "No Tempo de meu Avô".

Meu Bisavô, José Baptista Barreira Vianna

Esta é a fachada da casa de meu bisavô, construída de frente para o mar de Ipanema, aproximadamente onde hoje é o Hotel Fasano. Note o moinho de onde meu bisavô fez as suas imagens panorâmicas.

Passeio da família na praia do Arpoador.

Brinquedo no quintal em Ipanema.

A família inteira na escada do moinho da casa de ipanema. Do alto desse moinho ele fez suas panorâmicas.

O bonde puxado a burro pertencia ao Barão de Ipanema e servia para levar interessados em comprar seus lotes em Ipanema.

O jardim da casa com o Arpoador ao fundo.

A família se reúne no jardim, ao fundo, para inaugurar o bonde elétrico em miniatura que contornava o jardim passando por uma ponte sobre o lago.

Entrada da Casa e o bonde puxado a burro

Passeio na Floresta da Tijuca

O bonde puxado a burro do Barão de Ipanema. À frente dele operários ainda instalam os trilhos.

Praia do Diabo

José e Maria Moreira - os Barões de Ypanema

Meu bisavô contratou um professor de Ginástica alemão para ensinar as mais modernas técnicas de educação física a seus filhos. O menino à direita é meu avô.

O professor de Educação Física alemão e as crianças.O garoto mais à esquerda é meu avô.

Familia

Meu avô, João Jorge e seu cachorro que recusou-se a comer e veio a falecer quando meu avô foi estudar nos Estados Unidos.

Novamente meu avô, João Jorge.

Cartão Postal fotográfico enviado a meu avô que estudava Engenharia Elétrica nos EUA. Na imagem as crianças da família estão fantasiadas. O texto: "Oh! nhô Candonga, ha quanto tempo não nos vemos! Muitos abraços dos Caipiras. 28-3-905

Grupo

Grupo

Sala com "conversadeira" retirada de naufrágio de navio de luxo. Ao fundo à esquerda, conjunto de jacarandá que ainda existe na casa de minha mãe.

Os Notaveis de Ypanema. Meu bisavô é o da esquerda. Alguém sabe quem são os demais? Imagino que o da direita seja o Barão de Ypanema.

Fachada da casa na Tijuca

Casa na árvore, construída sobre uma mangueira, no quintal da casa na Tijuca

Passeio na Floresta da Tijuca

Passeio da família na Floresta da Tijuca, acompanhada do professor de Francês das crianças.

Família na casa da Tijuca

MARCOS VIANNA

fotografias